sexta-feira, 31 de maio de 2013

Ouço um passarinho...



"... Ouço um passarinho cantar perto da cozinha. 
Não posso vê-lo, mas, porque canta, ele me alcança 
e perfuma a textura do meu instante. 

Como o pássaro é o coração que ama: canta o seu perfume 
sem imaginar onde ele chega. 

E, ao amar, imperceptivelmente, ajuda a amaciar a textura do mundo..."


{ Autoria:  Ana Jácomo }

Atravessando os caminhos...




“... Nada na nossa vida é por acaso. 

Deus, todos os dias, abre um mar de bênçãos pra nós, 

mas Ele espera que a gente confie e atravesse o caminho!...”



Autoria: Wanderly Frota

 

terça-feira, 28 de maio de 2013

Se eu puder...


A poesia suave de Jesus






O Evangelho de Jesus é um poema à simplicidade. 
Não requer explicações metafísicas nem elasticidade filosófica para entendê-lo.

Olhai as aves do céu; não semeiam nem ceifam, mas nosso Pai celestial as alimenta. 
É a lição do desprendimento.

Aquele que põe a mão no arado e olha para trás não está apto ao reino de Deus. 
É a lição da perseverança.

Aquele que estiver sem pecado que atire a primeira pedra. 
É a lição da auto-análise.

Quando fordes convidados para um banquete senta no último lugar. 
 É a lição da humildade.

Aquele que quer ser o maior, que seja o que mais serve.

 É a lição da caridade.

Vinde a mim todos vós que estás aflitos e sobrecarregados e eu vos aliviarei.
 É a lição do acolhimento.

Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração. 
É a lição da delicadeza.

Reconcilia-te com o teu inimigo enquanto estás a caminho com ele. 
 
Saiu o semeador a semear sua semente.
 
É a lição do trabalho.

Para entrar no reino do céu é necessário nascer de novo.
 
É a lição da volta.

O filho do homem veio para servir e não para ser servido. 
É a lição da nobreza.

Seja o vosso falar sim, sim e não, não. 
 
Tratai a todos como gostarias de ser tratado. 
É a lição da justiça.

Vai e não peques mais! 
É a lição da resistência.

Lázaro, levanta-te e anda! 
É a lição da fé.

Procure Jesus nas coisas simples; 
na lágrima, no afago, na alegria pura, no trabalho honesto, 
no gesto fraterno, no poema à vida, enfim, em tudo que eleva e ilumina. 
 
Por isso é tão dificil para a ciência e para a filosofia encontrá-Lo.
 
 
 
Autor: Luiz Gonzaga Pinheiro

AMAR É VIVER...


domingo, 26 de maio de 2013

VIDA FELIZ!



Ante as dificuldades do caminho e as rudes provas da evolução, resguarda-te na prece ungida de confiança em Deus, que te impedirá resvalar no abismo da revolta.

Um pouco de silêncio íntimo e de concentração, a alma em atitude de súplica, aberta à inspiração, eis as condições necessárias para que chegue a apaziguadora resposta divina.

Cria o clima de prece como hábito, e estarás em perene comunhão com Deus, fortalecido para os desafios da marcha.



Joanna de Ângelis  &  Divaldo P. Franco

LUZ DO DIA...


quinta-feira, 23 de maio de 2013

A Visão Divina




A visão divina significa familiaridade com a cristalina compreensão, a energia universal.

Deus e o devoto são um, em sua própria natureza, o devoto é idêntico a Deus.

Enquanto não se tem percebido Deus, não se sabe o que são a justiça e a injustiça.

Com a realização se conhece a distinção entre justiça e injustiça, o essencial e o aparente, e isso leva a emancipação.

A visão divina elimina a individualidade; o manifesto é claramente distinguido do não-manifesto.

Quando o senso de individualidade é substituido pela consciência do impessoal, a consciência do devoto sabe que ele é pura consciência.

Manifestação é a consciência pura, manifestando-se em todos os nomes e formas diferentes.

O espiritualmente iluminado toma parte nessa manifestação de forma esportiva, sabendo que tudo é só um jogo da consciência universal.

Nome e forma do espiritualmente iluminado são apenas experiências, assim como as dores e tristezas da vida, mas não são seus.

Ele não é mudado nem perturbado com prazeres ou dores, nem os lucros ou perdas do mundo.

Ele está em posição de guiar os outros, pois seu próprio comportamento é guiado exclusivamente pelo senso de justiça.

A vida temporal deve continuar, com todas as complexas interações, mas o iluminado está sempre consciente de que é apenas a consciência pura que esta se expressando em diferentes nomes e formas.

E continua a faze-lo sempre em novas formas.

Para ele os eventos que o mundo considera insuportáveis, são apenas eventos mansos e inofensivos;
e ele permanece imóvel em profunda consciência-observação.

Deus, enquanto justiça encarnada é alegria e felicidade assim como é . Esse é seu único tesouro.

Consciência além da forma não possui nada nem nenhum interesse.

Apenas é... 


::: Nisargadatta Maharaj :::

VIDA FELIZ...




Insiste na preservação da tua saúde.

Muitas enfermidades têm origem no temperamento desajustado, nas emoções em desalinho, em influências espirituais negativas.

A ansiedade, o medo, o pessimismo, a ira, o ciúme, o ódio, são responsáveis por males que ainda não se encontram catalogados, prejudicando a saúde física, emocional e mental.

Esforça-te por permanecer em paz, cultivando os pensamentos bons, que te propiciarão inestimáveis benefícios.

Conforme preferires mentalmente, assim te será a existência.


Joanna de Ângelis  &  Divaldo P. Franco

A História de Sofia



É linda por demais esta história...

Não deixem de assistir...

Velhice



A velhice


Que os velhos sejam sóbrios, respeitáveis, sensatos,
fortes na fé, na caridade e na perseverança.
(Epístola Paulo a Tito, 2:2.)



Parece contraditório, mas a população idosa do Planeta está envelhecendo. Segundo o prestigioso U. S. Bureau of Census, cerca de três milhões de americanos têm atualmente 85 anos ou mais. É o segmento da população dos Estados Unidos que revela maiores taxas de crescimento, abrangendo o surpreendente valor de 274% entre 1960 e 1994, período no qual a população total cresceu somente 45%. No Brasil a situação é semelhante. O relatório nacional sobre envelhecimento da população brasileira - documento elaborado sob a coordenação do Ministério das Relações Exteriores e com efetiva participação de representantes oficiais dos Estados e da sociedade civil - indica que os brasileiros com idade acima de 60 anos, que representavam, em 1940, 4% da população, passaram para 9% no ano 2000. Além disso tem aumentado o número de pessoas com idade acima de 80 anos, que totalizava 166 mil, em 1940, e quase 1 milhão e 800 mil em 2000 (representando 12,6% da população idosa e 1% da população total).


Divaldo Pereira Franco entende que a "questão da idade é mais psicológica do que real. Certamente [afirma], do ponto de vista fisiológico, o organismo, à medida que o tempo avança, tende a diminuir a sua flexibilidade, o seu equilíbrio, a harmonia das funções. Entretanto, preservadas suas atividades pelo trabalho e equilíbrio emocional, logra manter-se sem maiores danos. É possível conservar a memória ativa, adquirir novos conhecimentos e realizar abençoadas experiências".¹ Destacamos as palavras-chave "trabalho" e "equilíbrio emocional".


As orientações dos modernos tratados de gerontologia especificam que o trabalho é de suma importância para o idoso. Foi-se o tempo em que a pessoa idosa era considerada "inativa" porque obteve aposentadoria, ou "incapaz" por ser velha, sendo, em geral, relegada a segundo plano nas relações familiares e sociais. Entende-se, hoje, que a manutenção da sanidade física e mental da pessoa idosa inclui, necessariamente, uma atividade laboral, remunerada ou voluntária, física ou intelectual, que lhe cause satisfação e que possa ser exercida de acordo com suas possibilidades.


Neste sentido, o Estatuto do Idoso, em vigor desde 1º de janeiro de 2004, determina que o poder público fica responsável por criar programas de profissionalização para idosos e estimular projetos sociais voltados para maiores de 60 anos. Além disso, também deve criar estímulos para que as empresas privadas admitam trabalhadores idosos (artigo 28). " [...] é indispensável que a nossa vontade abrace espontaneamente o trabalho por alimento de cada dia",² esclarece Emmanuel. Entretanto, não basta trabalhar por trabalhar, ou, consoante a afirmação do autor de Ave, Cristo!:


"Não vale, contudo, agir por agir.

As regiões infernais vibram repletas de movimento.

Além do trabalho-obrigação que nos remunera de pronto, é necessário nos atenhamos ao prazer de servir.

Nas contingências naturais do desenvolvimento terrestre, o espírito encarnado é compelido a esforço incessante [...].

Cativo, embora, às injunções do plano de obscura matéria em que transitoriamente respira, pode, porém, desde a Terra, fruir a ventura do serviço voluntário aos semelhantes todo aquele que descerre o espelho da própria alma aos reflexos da Esfera Divina.

O trabalho-ação transforma o ambiente.

O trabalho-serviço transforma o homem".³



O equilíbrio emocional é outro ponto fundamental. Por preconceito ou desinformação, há quem confunda a fragilidade física dos idosos com desequilíbrio psíquico. Uma coisa não guarda relação com a outra. Em países desenvolvidos há programas sérios, governamentais e não-governamentais, destinados à promoção e à preservação da saúde física e mental dos mais velhos. "No Japão, a idade avançada é símbolo de status. [...] Na comemoração do sexagésimo aniversário de um homem, ele veste colete vermelho que simboliza o renascimento para uma fase avançada da vida. [...] Nos Estados Unidos [...] o envelhecimento é considerado indesejável. Embora todo mundo queira viver por muito tempo, quase ninguém quer ser velho, palavra que tem conotação de fragilidade física, mentalidade estreita, incompetência e perda de atratividade. Eufemismos como senhor de idade e idade de ouro são respostas ao preconceito de idade - preconceito ou discriminação, geralmente contra pessoas mais velhas, com base na idade". 4


A Doutrina Espírita nos ensina que o equilíbrio espiritual se obtém pelo conhecimento aliado à prática da caridade. Qualquer um de nós, independentemente da idade ou saúde, tem condições de fazer o bem, preservando, assim, o próprio equilíbrio. O modelo a seguir, ainda segundo Emmanuel, é simples:  "[...] inspirados na lição do Senhor, os vanguardeiros do bem substituem os vales da imundície pelos hospitais confortáveis; combatem vícios multimilenários, com orfanatos e creches; instalam escolas, onde a cultura jazia confiada aos escravos; criam institutos de socorro e previdência, onde a sociedade mantinha a mendicância para os mais fracos. E a caridade, como gênio cristão na Terra, continua crescendo com os séculos, através da bondade de um Francisco de Assis, da dedicação de um Vicente de Paulo, da benemerência de um Rockfeller ou da fraternidade do companheiro anônimo da via pública, salientando, valorosa e sublime, que o Espírito do Cristo prossegue agindo conosco e por nós". 5


Considerando que o Centro Espírita é escola de formação espiritual e moral, um núcleo de estudo, de fraternidade, de oração e trabalho, deve, nesse contexto, desenvolver ações de atendimento aos idosos, amparando-os na velhice.

Velhos ou moços, o que importa é o que realizamos de bom e de útil na vida. São, pois, atuais estas orientações transmitidas por Jesus a Simão Pedro, registradas por Humberto de Campos:

" [...] se fôssemos contar o tempo, na ampulheta das inquietações humanas, quem seria o mais velho de nós?  A vida, na sua expressão terrestre, é como uma árvore grandiosa. A infância é a sua ramagem verdejante. A mocidade se constitui de suas flores perfumadas e formosas. A velhice é o fruto da experiênca e da sabedoria. Há ramagens que morrem depois do primeiro beijo do sol, e flores que caem ao primeiro sopro da primavera. O fruto, porém, é sempre uma bênção do Todo-Poderoso. A ramagem é uma esperança; a flor uma promessa; o fruto é realização. Só ele contém o doce mistério da vida, cuja fonte se perde no infinito da Divindade..."
6


______________
Referências:
¹ FRANCO, Divaldo P. Laços de família. Por autores diversos.
² XAVIER, Francisco C.  Pensamento e vida.  Pelo Espírito Emmanuel.
³ Idem, ibidem.
4 PAPALIA, Diane E.; OLDS, Sally W. Desenvolvimento Humano.
5 XAVIER, Francisco C.  Roteiro.  Pelo Espírito Emmanuel.
6 ______, Boa Nova. Pelo Espírito Humberto de Campos.





Fonte: O Reformador 2.130, setembro/2006.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Qual o segredo do sucesso pessoal e profissional?







Qual o segredo do sucesso pessoal e profissional?


______________________________________________________



Existe um fato comum à vida dentro e fora das empresas: as oportunidades estão próximas, no entanto, se desejamos maior variedade, maior fartura de oportunidades, novas vivências, experiências, etc., devemos ir além de nossos limites territoriais. Devemos ir onde nunca exploramos, onde nunca estivemos, degustar novos produtos, novas experiências, novos sabores.

Precisamos de invenção em detrimento à adivinhação. E assim funciona na vida da gente também. Tanto pessoal quanto profissionalmente, quando inventamos, criamos caminhos, criamos alternativas de novas saídas, novos mercados. Quando inventamos, criamos novas possibilidades de resultados. Se ficarmos esperando as respostas caírem do céu, quase nunca sairemos da mesma posição.

Muitas pessoas ficam esperando pelo acontecimento de algo em suas vidas e não mudaram o próprio curso do destino. Pior, o destino os presenteia com a chamada passividade e eles passam a ser coadjuvantes das vidas dos que realmente inventam o próprio destino. Isso tem a ver com sermos normais e o que chamo de “anormais”.

Os normais são os que fazem sempre as mesmas coisas e, obviamente, obtém sempre os mesmos resultados. E a vida é assim: se fizermos diariamente o mesmo, colheremos sempre as mesmas coisas.

Os anormais são os que quebram regras, os que muitas vezes simplificam. É verdade! As coisas, as rotinas, com o tempo, tendem em muitos casos à sofisticação e burocratização. Um banho de simplificação é saudável a todas as pessoas em vários segmentos.

Os anormais também são questionadores. São questionadores que vão além da simples respostas aos seus por quês! Questionam já com uma intenção de aperfeiçoamento, de crescimento, de evolução. Muitas vezes, tal questionamento visa a própria simplificação.

Os anormais mostram novos caminhos e são extremamente proativos.

É importante ressaltar que proatividade tem a ver com ter iniciativa. Tem a ver com ir além, superar as expectativas iniciais!

Quando um funcionário é contratado para exercer uma função e fica restrito ao que foi solicitado, mostra-se limitado mentalmente ao seu território. Não avança, não vai além, não supera expectativas, é o normal.

Se ele amplia sua visão territorial, sugere melhorias, envolve-se com o trabalho como um todo, mostra comprometimento, ele é proativo! Ele é um anormal!

Outro detalhe interessante é que o comprometido está a anos luz de distância do disponível. O disponível está ali de corpo presente e até dispõe-se a ficar até mais tarde, dispõe-se a carregar um equipamento, fazer a mudança, etc. O comprometido evita o desperdício de tempo, de energia. Ele pensa e age antes de ser solicitado...

Portanto, o anormal é proativo e também comprometido.

O proativo está sempre em estado de MELHOR EU, que representa buscar o crescimento, a conquista sem nunca prejudicar colegas, sem puxar tapete, sem chutar canela, sem subir a qualquer custo. O contrário será sempre o MENOR EU... O famoso colega que busca levar vantagem em todas as circunstâncias...que pena...




______________________________________________________



Um avião geralmente sai de um aeroporto e chega a outro... Tudo dentro de um planejamento, usando os melhores instrumentos para garantir a qualidade do voo. O que gostaria que refletisse comigo é sobre onde construiremos as melhores pistas de pouso para nossos projetos pessoais e profissionais. Se continuarmos a fazer o que sempre fizemos, encontraremos sempre os mesmos resultados. É a lei da vida e da mesmice...

Somente mudaremos os destinos de nossas vidas com atitudes planejadas e estruturadas hoje. Pouquíssimas pessoas realizam-se por uma coincidência do universo. Outras fazem um planejamento no subconsciente, de forma tão energizada e pouco explícita, que seus projetos acontecem parecendo obra do acaso, mas não são. Tem toda uma energia fluindo para que suas metas e realizações venham à tona.

Tudo na vida começa com um sonho. Sonho de consumo, de adquirir, possuir, de ter e de ser.

Sonhar com um bem, um carro novo, uma casa, uma viagem ao exterior, um novo emprego, novo cargo, nova carreira, novo negócio... Tudo na vida é sonhado! Sonhar é o primeiro passo de qualquer realização.

O processo de sonhar é como se aparecesse um balãozinho de impulso pelo que fazer, o que realizar. É o fato em si.

Depois que sonhamos, o passo seguinte é desejarmos.

O momento do desejo é aquele em que criamos cenas pessoais usufruindo do sonho. Funciona como uma mini-série em nossas mentes, uma novela. Desejar é o passo onde nos enxergamos na situação, degustamos a experimentamos no subconsciente os prazeres e fatos transformacionais.

Conheci um empreendedor que sonhava com seu restaurante. Quando construía os enredos do empreendimento em sua mente, fechava os olhos para não mais voltar ao mundo real. E pasme, chegava a sentir o cheiro dos pratos que pretendia oferecer...

O que fico intrigado é que muita gente sonha e deseja; sonha e deseja; sonha e deseja... e para por ai...falta um passinho para que as coisas aconteçam, para que os sonhos se realizem, mas não acontece mais nada... Exatamente como se fosse impossível o passo seguinte...

Se você simplesmente sonhar, desejar e parar por ai, você vai “deixar a vida lhe levar”.

É a tal diferença entre inventar um futuro ou adivinhar um futuro! Quem fica tentando adivinhar o que vai acontecer não constrói, não intercede na produção da própria vida! Quem inventa, faz a diferença, pois cria os caminhos possíveis e até os impossíveis!!

Se você simplesmente sonhar e desejar, garanto que com raríssimas exceções nada acontecerá se não colocarmos METAS. As metas é que definirão de onde sairemos e onde chegaremos com nossas vidas e nossos sonhos!

E então? Para onde vai a aeronave da sua vida?

O momento é de ação! Voe alto com sua vida!!

Dill Casella

Fonte: www.dill.com.br



______________________________________________________

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Luz do Dia...

Quando o outro, pelas mais diversas razões esperar pelo seu ódio, 
surpreenda com seu amor. 

Desconcerte-o e, assim, você ajudará a consertar o mundo.


Pe. Fábio de Melo

sábado, 11 de maio de 2013

Lei de Causa e Efeito...


Luz do Dia...


Feliz Dia das Mães!


Com todo o amor que vive em nossos corações, 

ofertamos esta bela homenagem de Meimei pelo dia das Mães, 

à nossa amada Mãezinha 

e a todas as Mães do Universo.

***

Oferta de Amor

Mãezinha,

Enquanto o mundo te adorna a presença com legendas sublimes, abrilhantando-te o nome, quis trazer-te a homenagem de meu reconhecimento e de meu carinho, segundo as dimensões de tua bondade, e te rememorei os sacrifícios...

Revi Mãezinha, as tuas noites longas, junto de mim, quando a febre me atormentava no berço. Anjo transformado em mulher, erguias as mãos para o Céu e o que falavas com Deus me caía no rosto em forma de lágrimas!... Tornei a encontrar-te os braços acolhedores festejando-me o retorno à saúde, com a doçura de teus beijos.

E, vida em fora, o pensamento recuou para lembrar-te...

Com a retina da memória, contemplei-te os lábios pacientes, ensinando-me a pronunciar as preces da infância: e, nesses lábios inesquecíveis, fitei os sorrisos de júbilo, quando me destes os primeiros livros da escola.

Depois, acompanhei-te, passo a passo, o calvário de renuncia em que me levantaste para a vida.

Quantas vezes me abraçastes, trocando bênçãos por aflições, não conseguiria contar...

Quantas vezes te ocultastes no sofrimento para que a alegria não me fugisse, realmente, não sei...

Passou o tempo e, hoje, de alma enternecida, anseio debalde surpreender as palavras com que algo te venha a dizer de meu agradecimento; entretanto, eu que desejaria medir o meu preito de afeto pelo tamanho de teu devotamento, posso apenas calcular a extensão de meu débito para contigo, a repetir que te amo e que em ti possuo o meu tesouro do Céu.

Perdoa Mãezinha, se nada tenho para dedicar-te, senão as pérolas do meu pranto de gratidão, iluminadas pelas orações que endereço a Deus por tua felicidade.

E, se te posso entregar algo mais, deixa que te oferte o meu próprio coração, nesse livro de ternura, por dádiva singela de minha confiança e carinho, num ramalhete de amor.



por Meimei & Francisco C. Xavier
Livro: Mãe


 

 




quinta-feira, 9 de maio de 2013

Vida Feliz...




Refreia os impulsos, que procedem dos instintos desgovernados, e age sob o comando da razão.


É verdade que o sentimento bom deve derreter o gelo da lógica racional, no entanto, muitas vezes a frieza da emoção ou a sua loucura agressiva necessitam da vigilância do raciocínio.


Cérebro e coração devem atuar juntos, proporcionando as vantagens do equilíbrio e do comedimento, em favor de uma vida sadia.


Ouve com o sentimento e age com a razão, dosando bem a participação de cada um.



Joanna de Ângelis  &  Divaldo P. Franco



Esses beijinhos são para todos vocês...


AFIRMAÇÃO




Afirmação: 
 
 

“Enquanto eu sigo o meu coração, sou guiado ao caminho certo 
que me leva aos meus sonhos e desejos. 
Estou entrando em uma nova fase de iluminação e sei 
que a minha vida está se revelando de maneira milagrosa.”
 
 
 
{ autoria desconhecida }

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Não quero chorar...





Não quero chorar
Só quero limpar a visão que turba meus dias
Não posso voar nas asas das fantasias
Porque os gritos das dores, me fazem pensar.
Não posso voar
Que os granizos perfuram as asas dos ventos
Que os gritos distantes de muitos lamentos
Me doem na alma, me fazem chorar.


Não posso sorrir
Porque a amargura tolhe os meus lábios
Quero aprender a beleza dos sábios
Para dar leveza ao meu coração.
Só quero amar
Para que os dias resplandeçam de luz
Nos momentos sofridos de tua cruz
Que eu lave tua alma com a emoção.


Não quero fugir
Das dores do mundo em vil covardia
Nos teus sofrimentos de noite e de dia
Que seja o amparo da tua desdita.
Não quero que sofras
Porque a amargura do teu abandono
Me faria perder as noites de sono
Por ti rezarei em prece bendita


Só quero otimismo
Que os dias vividos tragam esperança
Prelúdios de um mundo de eterna mudança
Nos castelos sublimes da evolução
A lágrima morna
No canto do olho brilhando e caindo
Perfeito atestado de estares sentindo
O amor que brota do teu coração.


Só quero ternura
No olho tranquilo da criança boa
Perfume de flores pelo vento que voa
Enchendo a alma de fragrância viva.
Mesmo de longe
De olhos fechados ouvidos ao vento
Ouvindo sorrisos, cessado os lamentos
Não seja prenuncio de uma despedida.


ACA

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Luz do Dia...


A TUA VIDA






Por mais te esquives à Verdade, um dia, irás faceá-la.
Estarás, então, sozinho, diante de ti mesmo.
Saberás o que, por longo tempo, preferiste ignorar.
Ver-te-ás como és, sem qualquer subterfúgio.
Sentir-te-ás despojado de todas as ilusões.
Descobrirás que não ludibriaste ninguém a não ser a ti próprio.
Lamentarás o tempo que não aproveitaste de forma conveniente
no serviço do auto-aperfeiçoamento.
Chorarás o pranto dos que se reconhecem distantes da luz 
que lhes compete 
acender no coração.

* * *


Todavia, não te restará outra alternativa que não seja
a da superação dos próprios limites, esforçando-te, entre 
a humildade e o silêncio,
na reconstrução do destino.
 
 
Irmão José  &  Carlos Baccelli
Livro: Na Reconstrução do Destino

Delicadezas...